Programa de Rastreio Auditivo

Noções Básicas de Testes Audiométricos

Load Client Side - No
Web Loaded - false
UUID - 82ca767d-1b47-416e-af69-e170facc627c

Configurar um programa de Rastreio Auditivo (Audiometria)

Voltar ao RASTREIO AUDITIVO
Modelo de Entrega

Os programas de testes audiométricos podem ser realizados de várias maneiras. Fazer a melhor escolha depende geralmente de conhecer as necessidades da empresa, compreender as vantagens e desvantagens das opções de modelo e selecionar a opção que faz mais sentido para o empregador e os trabalhadores.

Em geral, os modelos mais utilizados podem ser classificados como:
 

  • In-house: o empregador dispõe de espaço, equipamento e pessoal dedicado para realizar os testes auditivos no local.
  • Provedor de serviços móveis: um fornecedor de serviços terceiro visita as instalações com equipamento e pessoal para realizar os testes, geralmente numa carrinha ou caravana.
  • Clínica ou hospital com consulta externa de audiologia: os trabalhadores deslocam-se a instalações externas que oferecem serviços de testes auditivos.
  • Combinação: utilizar dois ou mais modelos para concluir os testes de referência, anuais e de acompanhamento.

 

O número de trabalhadores testados anualmente costuma ser um fator no qual o modelo de entrega funciona melhor.

Pessoal

Os programas de testes audiométricos necessitam de pessoas qualificadas para realizar rastreios auditivos bem como de um profissional, audiologista ou médico, para supervisionar e analisar os "audiogramas problemáticos.' O termo técnico audiométrico ou conservacionista auditivo ocupacional descreve a pessoa que realiza os testes. Os grandes empregadores podem aceder a serviços de saúde ocupacional internos capazes de realizar controlos audiométricos. Se não houver instalações internas, é necessário contactar um fornecedor de serviços de saúde ocupacional adequado que pode encontrar na associação comercial local.

Normalmente, os audiologistas, médicos ou enfermeiras ocupacionais realizam testes audiométricos.

Equipamento

Se está a configurar um programa de testes audiométrico interno, necessita de várias peças de equipamento. A lista de equipamento típica inclui:


  • Audiómetro: Um dispositivo utilizado para medir a sensibilidade auditiva com sinais sonoros puros de várias frequências. O audiómetro tem auscultadores que devem ser calibrados para o audiómetro. Há diferentes tipos de audiómetros, incluindo manual, microprocessador e controlado por computador.
  • Otoscópio: Um aparelho com luz brilhante e lente de aumentar utilizado para ver o ouvido externo e o tímpano. É útil conhecer a condição do canal auditivo antes de realizar um teste auditivo e ao inserir dispositivos de proteção auditiva.
  • Simulador de bioacústica: Um dispositivo especializado utilizado para verificar o desempenho do audiómetro. Sempre que o teste é realizado, o técnico coloca os auscultadores no simulador e faz uma verificação rápida do limiar auditivo. Mudanças nos limiares do simulador bioacústico podem indicar avaria do audiómetro. Os técnicos referem-se frequentemente a este dispositivo como um "Bio Betty" ou "Óscar" – nomes usados por alguns fabricantes para estes simuladores.
  • Sistema de gestão de base de dados audiométricos: Um programa de software comercial especificamente desenhado para recolher, analisar e armazenar dados audiométricos e informações sobre conservação auditiva relacionadas. A utilização de um sistema de gestão de base de dados audiométricos pode ajudar a manter registos, gerar relatórios e analisar tendências.
  • O que é um "Audiograma Problemático"?

    Um audiograma problemático é o que revela grandes diferenças de limiares auditivos entre os dois ouvidos, configurações invulgares de perda auditiva que são atípicas da perda de audição induzida por ruído e audiogramas que não são reproduzíveis. Tais audiogramas devem ser analisados por uma pessoa competente, como um audiologista, otorrinolaringologista ou outro médico.

    O supervisor profissional irá orientar o empregador e/ou o técnico audiométrico frequentemente na identificação de audiogramas problemáticos.

  • Limiares Anómalos

    Limiares Anómalos

    Os limiares auditivos normais encontram-se no intervalo de 0-25 dB nível de audição (NA). Os limiares superiores a 25 dB NA consideram-se fora do intervalo normal e indicam perda auditiva. Há padrões típicos de perda auditiva, por vezes associada à causa da perda de audição. 

    Progressão da perda auditiva:
    25dB – 40 dB Perda auditiva leve que pode causar dificuldade em seguir conversas em situações ruidosas.
    40dB – 69dB Perda auditiva moderada com maior dificuldade de comunicação.
    70dB – 90dB Perda auditiva grave que pode causar dificuldade significativa de comunicação na maioria das situações sem amplificação.
    > 90dB Perda auditiva profunda que impede a comunicação pessoal eficaz sem amplificação, a leitura da fala e/ou a linguagem gestual.

    Os limiares que estão fora da faixa normal de audição ou que são atípicos de um tipo de perda auditiva são considerados anómalos.

    Os limiares anómalos necessitam de mais atenção para determinar a melhor maneira de abordar o trabalhador e a sua perda auditiva.

  • Testes Inválidos

    Há alturas em que os resultados do teste são incompletos, não foram realizados de acordo com os requisitos normativos, ou não representam a capacidade auditiva real de um trabalhador. Os testes inválidos não podem ser utilizados para satisfazer requisitos normativos e não servem para identificar as fases iniciais da perda auditiva induzida por ruído. Por vezes, o teste pode ser repetido para corrigir erros, devido a protocolos de ensaio inadequados ou a avaria do equipamento. Outras vezes, pode ser necessário encaminhar o trabalhador para um audiologista para realização de testes mais completos.

  • Mudança no Acompanhamento do Limiar

    Ação do empregador ao detetar o deslocamento do limiar – formação, melhor reajuste, teste de ajuste adequado, análise dos dados de exposição, avaliação das medidas de controlo global etc.

    Os resultados do programa de teste audiométrico devem ser avaliados para determinar se os testes são válidos e se há uma mudança na audição que requeira acompanhamento.

    Se for detetada uma alteração do limiar auditivo, considere o seguinte plano de ação:
     

    • Certifique-se que a proteção auditiva é usada por todos os trabalhadores com exposição diária ao ruído igual ou superior a 85 dB(A). Os trabalhadores que não estavam a usar os dispositivos de proteção auditiva antes da alteração do limiar auditivo devem ser equipados com um dispositivo de proteção da audição adequado, receber formação em utilização e cuidados do dispositivo e usá-lo sempre que estiverem expostos a níveis de ruído perigosos.
    • Poderá ser necessário analisar o dispositivo de proteção auditiva entregue ao trabalhador para adequação à tarefa e ao utilizador. Se assim for, devem ser fornecidos protetores auriculares com atenuação adequada. Os trabalhadores devem ser reequipados e requalificados em dispositivos de proteção auditiva.
    • Se houver necessidade de testes adicionais, ou uma razão para suspeitar que os dispositivos de proteção auditiva estão a causar um problema de saúde, o trabalhador deve ser encaminhado para uma avaliação audiológica ou médica.
    • O trabalhador deve ser informado da necessidade de um exame médico se houver suspeita de uma problema de saúde não relacionado com a utilização dos dispositivos de proteção auditiva.
  • NOTA IMPORTANTE: Esta informação assenta nos requisitos nacionais atuais selecionados. Os requisitos locais ou de outro país podem ser diferentes. Consulte sempre o manual de instruções e siga as leis e os regulamentos locais. Este Website contém uma visão geral de informações genéricas e não deve ser invocado para a tomada de decisões específicas. A leitura desta informação não garante proficiência em segurança e saúde. A informação é atual a partir da data de publicação, e os requisitos podem mudar no futuro. Estas informações não devem ser invocadas isoladamente, dado que o conteúdo é muitas vezes acompanhado por informações adicionais e/ou esclarecedoras. Todas as leis e regulamentos aplicáveis devem ser cumpridos. Mais informações sobre o sistema 3M™ E-A-Rfit™ estão disponíveis aqui, também pode contactar o representante local da 3M para saber mais e combinar um teste.

    Para mais informações, contacte o representante da 3M.

Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português