Rastreio Auditivo

Rastreios Auditivos do Trabalhador

*Monitorização auditiva

A exposição prolongada a ruídos perigosos pode ter efeitos nocivos sobre a saúde do trabalhador. Monitorize o estado de saúde auditiva dos trabalhadores expostos ao ruído para identificar mudanças e, em seguida, tome medidas para prevenir maiores danos.

Como saber se o ruído está a afetar a audição dos nossos trabalhadores?

  • Programa de Testes Audiométricos

    O programa de testes audiométrico verifica os limiares auditivos dos trabalhadores e segue-os ao longo do tempo. O objetivo é detetar alterações ou mudanças na audição que possam sinalizar os estágios iniciais da perda auditiva induzida por ruído. A identificação antecipada dos sinais e sintomas permite aos empregadores intervir antes que os sintomas se agravarem. Assim, parte do programa de testes audiométricos é garantir que sejam tomadas medidas de acompanhamento eficazes.

    Os programas de monitoração audiométricos dependem da verificação dos limiares auditivos, de maneira consistente e uniformizada, utilizando pessoal competente e com formação. A sala de testes deve ser suficientemente tranquila para minimizar distrações permitindo obter limiares válidos. O rastreio auditivo de referência (audiograma) feito antes da primeira exposição do trabalhador ao ruído perigoso é posteriormente comparado com os rastreios auditivos rotineiros futuros. Regra geral, obtidos anualmente, estes resultados ajudam a identificar problemas, tais como deslocamentos do limiar auditivo.

    Os programas de testes audiométricos podem ser oferecidos de várias maneiras, incluindo testes internos, fornecedores de serviços móveis, ou numa clínica de saúde. Podem ser efetuados por um audiologista ou um médico, mas são mais frequentemente feitos por técnicos audiométricos ou enfermeiros de saúde ocupacional com formação especializada. Os audiogramas problemáticos devem ser analisadas por um audiologista ou um médico para ajudar a determinar as ações de acompanhamento. Por exemplo, nalguns casos, o acompanhamento médico é necessário. Se ocorrer perda de audição permanente, um profissional pode ajudar a determinar se está relacionada com o ruído no local trabalho.

    Os resultados audiométricos podem ser utilizados individualmente para dar formação aos trabalhadores sobre a sua saúde auditiva. Além disso, é possível analisar toda a base de dados audiométricos para identificar tendências e desenvolver planos de intervenção adequados. Os resultados dos rastreios auditivos devem desencadear ações de acompanhamento.

Conclusões Principais

    • Os rastreios auditivos rotineiros podem ajudar a detetar os primeiros sintomas de excesso de exposição ao ruído perigoso.
    • Um acompanhamento eficaz para trabalhadores com alterações da audição pode ajudar a evitar a perda auditiva permanente induzida por ruído.
    • Os programas de testes audiométricos de qualidade dependem de procedimentos consistentes, práticas normalizadas e pessoal competente.
    • A análise cuidadosa dos resultados do teste de audição ajudam a determinar quais as ações de acompanhamento necessárias e se o ruído no local de trabalho é um fator.
    • A base de dados audiométricos é um instantâneo da saúde auditiva dos trabalhadores expostos ao ruído e pode ser utilizada para identificar tendências e desenvolver planos de intervenção.
  • • Audiograma anual

    • Audiograma

    • Audiologista

    • Audiograma de referência

    • Revisão de referência

    • Simulador bio-acústico

    • Calibragem

    • Decibel

    • Nível de audição

    • Limiar de audição

    • Hertz

    • Níveis Máximos Admissíveis de Ruído Ambiente
    • Perda auditiva induzida por ruído
    • Conservacionista Auditivo Ocupacional
    • Deslocamento do limiar permanente
    • Audiograma problemático
    • Supervisor Profissional
    • Repetir audiograma
    • Deslocamento do Limiar Padrão
    • Deslocamento do limiar temporário

Objetivos dos Testes Audiométricos

  • Objetivos dos Testes Audiométricos
    • O rastreio auditivo, através de um programa de monitorização contínuo, é o lado de vigilância do Programa de Prevenção de Perda Auditiva. Quando os trabalhadores são expostos a ruídos perigosos, devem ser sujeitos a rastreios regulares. O objetivo do rastreio auditivo é identificar pequenas alterações auditivas, que possam ser um sintoma de excesso de exposição ao ruído. Considera-se que os trabalhadores que não apresentam alterações auditivas, apesar de trabalharem em ambientes de ruído perigoso, estão bem protegidos. No entanto, aqueles que apresentam deslocamentos do limiar auditivo necessitam de um plano de intervenção.
    • O teste de audição também pode ser realizado para avaliar a adequação de um trabalhador a determinada tarefa, se essa tarefa tiver critérios específicos de audição. Por exemplo, a fim de obter a licença apropriada, um piloto de aeronave ou um condutor profissional deve ter uma capacidade auditiva suficientemente boa para cumprir os requisitos.
    • As avaliações auditivas também podem ser realizadas para determinar a causa da perda auditiva e perceber se está relacionada com o trabalho.

webLoaded = "false"

Introdução aos Testes Audiométricos

Noções Básicas de Testes Audiométricos

  • Conforme referido na Diretiva Europeia 2003/10/CE sobre Agentes Físicos (Ruído), todos os trabalhadores cuja exposição excede o Valor Máximo de Exposição, devem ter direito ao rastreio auditivo realizado por um médico ou por outra pessoa adequadamente qualificada sob a responsabilidade de um médico. Também devem estar disponíveis testes audiométricos preventivos para os trabalhadores cuja exposição exceda o Valor Mínimo de Exposição. Procure informações sobre exposição ao ruído nos registos/relatórios do estudo de ruído. Os estudos de ruído ajudam, habitualmente, a identificar quais as áreas, tarefas e/ou indivíduos que estão no nível de ação ou acima.
  • Saber quantos trabalhadores serão testados anualmente ajuda a determinar o melhor método para entregar os testes de audição. São, habitualmente, considerados vários fatores, tais como qualidade, tempo longe do trabalho, flexibilidade, espaço, pessoal, acesso a registos e custo total do programa. O objetivo é estabelecer um programa robusto de longo prazo, que seja estável e contínuo. Tenha em mente que o custo da baixa qualidade pode ser alto, não apenas em euros, mas também em desperdício de tempo e esforço, saúde do trabalhador, produtividade e motivação e responsabilidade do empregador.
  • O agendamento de testes depende, em parte, do método escolhido para entrega. Por exemplo, os testes podem ser repartidos ao longo do ano ou realizados anualmente na mesma semana ou mês. Podem ser incluídas algumas considerações para agendamento; a época ou estação do ano, os tempos de início e de fim do turno de trabalho e a disponibilidade dos trabalhadores para ficar longe das suas tarefas. Os trabalhadores que precisam de fazer um teste de referência devem utilizar proteção auditiva ou evitar a exposição ao ruído no local de trabalho durante as14 horas que antecedem o teste.

    A realização de rastreios auditivos também confere outras oportunidades de interação com os trabalhadores. Pode ser disponibilizada formação adicional e verificadas as condições e o ajuste da proteção auditiva.

  • Uma vez concluídos os testes, é geralmente necessário fazer um trabalho de acompanhamento. Isto significa que os registos dos trabalhadores que possam sentir uma mudança de audição significativa, sinais de perda auditiva, ou resultados de testes questionáveis, devem ser analisados por um profissional de saúde para determinar se é necessário uma intervenção adicional, e qual.
  • Há muitos tipos de ações de acompanhamento que podem ser necessárias de acordo com os resultados dos exames audiométricos e as informações de histórico médico disponibilizado pelo trabalhador. Certos tipos de seguimento são necessários e outros são opcionais. É geralmente útil trabalhar com um médico ou um audiologista para traçar as necessidades de acompanhamento e intervenção. Seguem-se exemplos de ações de acompanhamento: repetindo o teste e a formação dos trabalhadores que sentiram um deslocamento do limiar padrão, reavaliando os trabalhadores com testes por concluir ou inválidos, encaminhando os trabalhadores com sinais de problemas de saúde para o médico ou o audiologista, testando o ajuste da proteção auditiva, analisando os perigos do local de trabalho e determinando a perda auditiva relacionada com o trabalho.
Trifecta de Testes Audiométricos

Descrição Geral de Testes Audiométricos de Referência

Rever as Noções Básicas de Testes Audiométricos

Segue-se um resumo dos testes audiométricos. Os requisitos específicos podem variar de um país membro da UE para outro, consulte sempre o regulamento nacional para mais orientações.

  • Quem deve fazer um teste audiométrico? Quem pode realizar o teste?

    Quem precisa de um exame audiométrico?

    Normalmente, todos os trabalhadores que estão expostos ao Valor Máximo de Exposição LEX, 8h = 85 dB(A) ou a um valor superior devem ser incluídos em um programa de monitorização audiométrica.

    Quem pode realizar os testes audiométricos?

    O teste pode ser concluído por uma pessoa competente, como um audiologista, um enfermeiro de saúde ocupacional ou um médico.

    • Os testes audiométricos devem estar disponíveis gratuitamente para os trabalhadores
    • Os audiómetros devem cumprir os requisitos especificados para equipamento e calibragem
    • Os testes devem ser realizados em conformidade com o regulamento nacional
  • Testes de referência

    Habitualmente, são realizadas medições de referência ao contratar um novo trabalhador, quando houver alteração nas medições do ruído ou na aquisição de equipamentos novos. Verifique o regulamento nacional para aconselhamento mais detalhado, incluindo a frequência do teste.

    Repetir o teste

    Regra geral, os testes são repetidos anualmente se o trabalhador revelar alterações do limiar auditivo por comparação com o valor de referência. Consulte o regulamento nacional para mais informações.

  • Os testes são realizados numa cabina/sala audiométrica que cumpre aos critérios especificados. Informe-se junto de um audiologista, enfermeiro de saúde ocupacional e outras autoridades competentes.


webLoaded = "false"

Já Considerou?

Respostas a perguntas comuns

  • NOTA IMPORTANTE: Esta informação assenta nos requisitos nacionais atuais selecionados. Os requisitos locais ou de outro país podem ser diferentes. Consulte sempre as Instruções do Utilizador e siga os regulamentos nacionais. Este Website contém uma visão geral de informações genéricas e não deve ser invocado para a tomada de decisões específicas. A leitura desta informação não garante proficiência em segurança e saúde. A informação é atual a partir da data de publicação, e os requisitos podem mudar no futuro. Estas informações não devem ser invocadas isoladamente, dado que o conteúdo é muitas vezes acompanhado por informações adicionais e/ou esclarecedoras. Todas as leis e regulamentos nacionais aplicáveis devem ser cumpridos.

    Para mais informações, contacte o representante da 3M.

Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português