Mulher no baloiço

Cuidados com estomas

O que é uma lesão cutânea periestomal?

  • Um estoma (também referido como uma ostomia) é uma abertura feita na parte frontal do abdómen durante a cirurgia, que desvia o conteúdo do trato gastrointestinal ou geniturinário para fora do corpo e é fixada à pele.

    Os estomas têm um aspeto vermelho e húmido e podem ficar fora da pele por alguns centímetros, embora alguns estomas possam ficar nivelados com a pele. Os locais dos estomas são ricos em vasos sanguíneos e podem sangrar facilmente em caso de impacto. Caso contrário, não deveriam causar dor ou desconforto ao doente.

    As lesões cutâneas periestomais referem-se às lesões ocorridas à volta do estoma. Enquanto são feitos todos os possíveis para prevenir úlceras e outras doenças, também deve dar-se atenção à prevenção de todos os tipos de lesões cutâneas evitáveis, incluindo as lesões cutâneas periestomais.


Como se desenvolve uma lesão cutânea periestomal?

  • A pele à volta de um estoma pode ficar danificada, quer devido a adesivos quer por exposição à urina e fezes, como resultado de um vazamento do saco.

  • Dermatite de contacto irritante periestomal (PICD)

    A PICD ocorre devido à exposição da pele a urina e fezes. Ao longo do tempo o estrato córneo torna-se mais suave, mais permeável e o pH da pele perde a sua acidez normal necessária para manter a função de proteção e regeneração da pele: um estado alcalino. As enzimas digestivas proteolíticas e lipolíticas estão presentes em grandes quantidades em fezes líquidas e causam lesões diretas na pele através da inflamação. Estas lesões são semelhantes às lesões causadas pela dermatite associada à incontinência (DAI). As fezes provenientes do intestino delgado (por exemplo, a partir de uma ileostomia ou jejunostomia) são ricas nestas enzimas.

  • Lesões cutâneas relacionadas com adesivos médicos (MARSI)

    Quando um adesivo é removido da pele, as camadas de células da epiderme também são removidas. Se forem removidas várias camadas e a pele não tiver tido tempo suficiente para regenerar nova epiderme, o estrato córneo fica danificado, com as camadas mais profundas da epiderme expostas e função de proteção comprometida. O desprendimento das células epidérmicas é o termo utilizado para descrever a delaminação (separação) das camadas da epiderme ou o descolamento de toda a epiderme da derme. Isto é mais comummente associado a:

      

    • Pele frágil dos idosos em que a epiderme está pouco fixa à derme
    • Utilização de adesivos agressivos
    • Utilização de agentes de viscosidade, tais como tintura de benzoína
    • Remoção inadequada de adesivos
  • Sugestões para prevenir uma lesão cutânea periestomal

      

    • Inspecione o saco, pelo menos, duas vezes por turn
    • Esvazie o saco antes que exceda um terço da sua capacidade para evitar que se desprenda da pele
    • Corte os pelos abdominais
    • Substitua o saco duas a três vezes por semana em intervalos regulares, se a proteção da pele se separar ou levantar da pele ou se observar ou se aperceber da presença de fezes/urina na borda do saco ou na pele circundante
    • Aplique o Protetor cutâneo não irritante 3M™ Cavilon™ antes de colocar o saco
    • Não repare um saco coletor com fita adesiva, pois isso aumenta a probabilidade de que fiquem restos de fezes/urina agarrados à pele e a irritem
    • Consulte sempre uma enfermeiro especializado em estomas para obter aconselhamento sobre os dispositivos periestomais e os problemas associados

Cuidados dermatológicos periestomais

  • É essencial que a pele à volta do local de um estoma fique protegida contra os efeitos potencialmente irritantes e exfoliantes de fluidos corporais e adesivos.

    A aplicação do Protetor cutâneo não irritante 3M™ Cavilon™ num local periestomal fornece proteção duradoura contra enzimas e outros elementos nocivos, muitas vezes presentes no conteúdo intestinal ou efluente urinário/fecal1. O Protetor cutâneo não irritante Cavilon também protege a pele contra o trauma que causam os adesivos2 causados pela aplicação e remoção frequentes dos sacos de ostomia. O Protetor cutâneo não irritante Cavilon é ideal para utilização nos locais de colostomia, urostomia, traqueostomia e gastrostomia. Também pode ser utilizado em peles escoriadas ou gretadas.

    O Protetor cutâneo não irritante Cavilon está disponível sob a forma de toalhetes de 1 ml práticos e discretos. Cada toalhete proporciona uma proteção suave, mas eficaz graças à sua fórmula sem álcool respeitando a delicada pele periestomal. O Protetor cutâneo não irritante Cavilon pode ser utilizado durante a alteração do dispositivo para proteger as lesões cutâneas dos doentes relacionadas com os adesivos e prevenir ou tratar lesões cutâneas.


Referências

    1. Jones D, Powell G, Burton J, Marshall J, Edwards A. (1999) An effective barrier against the ravages of proteolytic enzymes on peristomal and perianal skin. Presented at the RCN Gastroenterology and Stoma Care Nursing Conference, Eastbourne 1999.
    2. Arrowsmith M, Schuren J (2005) Laboratory Studies and general characteristics of Cavilon skin care products. 3M data on file.

  • FAQs

    Encontre as respostas às perguntas mais frequentes sobre 3M Cuidados de saúde

    Ir para FAQs

  • Formação e Eventos

    Junte-se à 3M Health Care Academy e aumente os seus conhecimentos médicos

    Para mais informações

  • Contacte-nos

    Se tiver alguma questão a colocar sobre um produto ou serviço 3M Cuidados de saúde, contacte-nos

    Contacte-nos agora

Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português