Soluções para aquecimento de doentes

  • A hipotermia não intencional pode ser prevenida facilmente. Estudos científicos comprovam que, para manter uma temperatura interna de 36 ºC ou superior o aquecimento dos doentes ajuda a melhorar a sua recuperação, reduzindo as complicações associadas. A hipotermia tem como consequências o aumento da taxa de mortalidade, o aumento do tempo de internamento hospitalar e o aumento da taxa de infeção da ferida cirúrgica.1, 2, 3, 4, 5, 6 A 3M tem como objetivo fornecer soluções para o aquecimento dos doentes, que ajudam a melhorar a sua recuperação. Contacte-nos agora para saber como a 3M pode ajudar a sua organização a alcançar os objetivos de aquecimento dos doentes.

    Contacte um especialista clínico


Factos da hipotermia: sabia?

  • 70%

    Mais de 70% dos doentes cirúrgicos sofrem de hipotermia pós-operatória todos os anos.7

  • 3 vezes mais provável

    Os doentes com hipotermia ligeira têm três vezes mais probabilidade de desenvolver uma infeção no local cirúrgico.8

  • 10 minutos

    Os doentes podem ser pré-aquecidos eficazmente em apenas 10 a 20 minutos antes da anestesia geral.9


A importância da prevenção da hipotermia

  • Cuidados pré-operatórios

    Cuidados pré-operatórios

    O Nice recomenda iniciar o aquecimento por ar forçado, no pré-operatório e manter o aquecimento por ar forçado durante a fase intra-operatória.10 Pré-aquecer os doentes durante apenas 10 a 20 minutos antes da anestesia geral aumenta o teor térmico total do organismo dos doentes, ajuda a prevenir a hipotermia pré-operatória e a reduzir os tremores pós-operatórios.11

    Contacte um especialista

  • Cuidados intra-operatórios

    Cuidados intra-operatórios

    Todos os doentes cirúrgicos, independentemente da idade, peso ou de outros fatores, submetidos a anestesia local ou geral, estão sujeitos a uma queda de temperatura (Redistribution Temperature Drop - RTD). A investigação comprova que a temperatura corporal desce até 1,6 °C na primeira hora depois da indução da anestesia geral,7 aumentando o risco de hipotermia perioperatória involuntária e as respetivas complicações12.

    Ver a nossa gama de produtos para aquecimento de doentes

  • Cuidados pós-operatórios

    Cuidados pós-operatórios

    O NICE recomenda aquecer os doentes ativamente utilizando o aquecimento por ar forçado até serem transferidos da sala de recobro ou até estarem confortavelmente quentes12. Evitar a hipotermia e a vasoconstrição depois da cirurgia conduz à redução da hipoxia da ferida, promove a cicatrização da ferida e a resistência à infeção. Os doentes em hipotermia também têm um tempo de recuperação mais prolongado do que os que não sofrem de hipotermia.13


Soluções para aquecimento de doentes 3M™

  • Sistema 3M Bair Paws™

    Sistema 3M™ Bair Paws™

    Batas de aquecimento por ar forçado

    O sistema 3M Bair Paws oferece soluções de conforto e de aquecimento dos doentes durante o período perioperatório. Em vez das batas tradicionais, utilizam-se as batas de aquecimento por ar forçado mantendo os doentes aquecidos e confortáveis.

    Saiba mais sobre as batas Bair Paws

  • Terapia 3M Bair Hugger™

    Terapia 3M™ Bair Paws™

    Aquecimento de sangue e fluidos

    Foram publicados mais de 100 estudos clínicos sobre a eficácia do aquecimento por ar forçado, que combate a hipotermia perioperatória duas a três vezes mais rápido do que o aquecimento condutivo17. O sistema 3M Bair Hugger foi o primeiro sistema de aquecimento por ar forçado reconhecido internacionalmente e oferece 23 modelos de cobertores diferentes para satisfazer todas as necessidades de aquecimento dos doentes na prevenção da hipotermia. Com mais de 25 anos de experiência clínica, a 3M tornou-se um nome líder no aquecimento dos doentes, criando produtos avançados que ajudam a apoiar a recuperação do doente.

    Saiba mais sobre o sistema Bair Hugger

  • Sistemas 3M Ranger™

    Terapia 3M™ Ranger™

    Aquecimento de sangue e fluidos

    O Sistema de aquecimento de Sangue e Fluidos Ranger™ com tecnologia SmartHeat™ adapta-se a todas as necessidades de aquecimento de fluidos, desde KVO (manter as veias abertas - keep vein open) até um máximo de 30 litros por hora. Estão sempre disponíveis vários kits descartáveis que respondem às necessidades de aquecimento de fluidos, incluindo kits pediátricos, standard e de elevado fluxo.

    Saiba mais sobre o sistema Ranger

  • Sistema 3M SpotOn™

    Terapia 3M™ SpotOn™

    Sistema de monitorização de temperatura

    O sistema 3M™ SpotOn™ é um sistema de monitorização da temperatura interna não invasivo, que mede continuamente a temperatura do doente com um sensor económico de utilização única, proporcionando a padronização com um método de monitorização de temperatura constante durante todo o processo perioperatório.

    Saiba mais sobre o sistema SpotOn


Toda a verdade sobre o aquecimento por ar forçado

  • Foram publicados mais de 100 estudos clínicos sobre a eficácia do aquecimento por ar forçado, que combate a hipotermia perioperatória duas a três vezes mais rápido do que o aquecimento condutivo17. O sistema 3M Bair Hugger foi o primeiro sistema de aquecimento por ar forçado reconhecido internacionalmente e oferece 23 modelos de cobertores diferentes para satisfazer todas as necessidades de aquecimento dos doentes na prevenção da hipotermia. Com mais de 25 anos de experiência clínica, a 3M tornou-se um nome líder no aquecimento dos doentes, criando produtos avançados que ajudam a apoiar a recuperação do doente.

    Factos sobre o aquecimento por ar forçado (PDF, 900MB)


Contacte a 3M para consulta

A 3M tem como objetivo ajudar a reduzir a hipotermia nos hospitais, aumentando simultaneamente a eficiência, a eficácia e o conforto dos doentes. Contacte-nos para saber como podemos ajudar a sua organização.


Referências

    1. Augustine SD. Hypothermia therapy in the postanesthesia care unit: a review. (J Post Anesth Nurs 1990;No,54: 254-263)
    2. Frank S.M., Fleisher L.A., Breslow M.J, et al (1997), Perioperative maintenance of normothermia reduces the incidence of morbid cardiac events. A randomized Clinical Trial. JAMA, No. 277, Vol. 14, pp. 1127-1134.
    3. Bush H.L. Jr., Hydo L.J., Fischer E., Fantini G.A., Silane M.F., Barie P.S. (1995) Hypothermia during elective abdominal aortic aneurysm repair: the high price of avoidable morbidity. Journal of Vascular Surgery No. 21, Vol. 3, pp. 392-402.
    4. Schmeid H., Kurz A., et al. (1995) Mild hypothermia increases blood loss and transfusion requirements during total hip arthroplasty. The Lancet, No. 347 , Vol.8997, pp. 289-292.
    5. Brown Mahoney, C. (year) Maintaining intra-operative normothermia reduces risk of adverse outcome for more cost effective patient care. (AANA Journal forthcoming)
    6. Sessler D.I. (1997) Current concepts: mild perioperative hypothermia. New England Journal of Medicine, No. 336, Vol. 24, pp. 1730-1737.
    7. Augustine SD. Hypothermia therapy in the postanesthesia care unit: a review. (J Post Anesth Nurs 1990;No, 5, Vo,l 4: 254-263)
    8. Kurz A, Sessler DI, Lenhardt R. Perioperative normothermia to reduce the incidence of surgical-wound infection and shorten hospitalization. Study of Wound Infection and Temperature Group. N Engl J Med 1996; 334: 1209-1215 Flores-Maldonado A, Medina-Escobedo CE, Rios-Rodriguez HM, Fernandez-Dominguez (2001) Mild perioperative hypothermia and the risk of wound infection. Arch Med Res 32:227-231
    9. Horn, E.P. Bein, M.D. (2011), Prophylaxis of Perioperative Hypothermia in Patients undergoing general anaesthesia by short time pre-warming. Anaesthesiology.
    10. National Institute of Clinical Guidance – Clinical Guideline 65 – Inadvertent perioperative hypothermia –The management of inadvert perioperative hypothermia in adults
    11. Horn, E.P. Bein, M.D. (2011), Prophylaxis of Perioperative Hypothermia in Patients undergoing general anaesthesia by short time pre-warming. Anaesthesiology.
    12. National Institute of Clinical Guidance – Clinical Guideline 65 – Inadvertent perioperative hypothermia –The management of inadvert perioperative hypothermia in adults
    13. Tülsner, J. Zentrale Aufnahme/Zentrum, für ambulante und Kurzzeitchirurgie, Ruppiner Kliniken GmbH, Neuruppium. Case report, 2010, Arizant Healthcare Inc.
    14. Tsuei BJ, Kearney PA, (2004), Hypothermia in the trauma patient. Injury, Vol. 35, pp. 7-15

  • FAQs

    Encontre as respostas às perguntas mais frequentes sobre 3M Cuidados de saúde

    Ir para FAQs

  • Formação e Eventos

    Junte-se à 3M Health Care Academy e aumente os seus conhecimentos médicos

    Para mais informações

  • Contacte-nos

    Se tiver alguma questão a colocar sobre um produto ou serviço 3M Cuidados de saúde, contacte-nos

    Contacte-nos agora

Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português