Cola de plástico industrial 3M a unir peças de policarbonato

Plásticos de engenharia

Fixação e união de plásticos de engenharia no processo de design.

PERGUNTAR A UM PERITO

Desenhar com plásticos de engenharia

Os plásticos de engenharia, como o ABS, acrílico, policarbonato, nylon, compósitos e poliéster, são muito comuns no fabrico porque abrem novas vias para os designers. Os plásticos de engenharia são utilizados para montagens duráveis que podem ter de suportar ambientes exigentes, como utilização industrial ou ciclos meteorológicos duros. São económicos, fortes e resistentes, mas também são leves e podem ser facilmente moldados em formatos complexos de modo a adaptarem-se a necessidades de design específicas. E como estes tipos de plástico têm energias superficiais relativamente altas, é bastante fácil impregná-los e uni-los com adesivos e fitas.


Por que motivo os designers escolhem plásticos de engenharia

  • Tubo 3M Scotch Weld para uniões acrílicas e plásticos de engenharia

    Vantagens dos plásticos de engenharia

    Os plásticos de engenharia proporcionam maior flexibilidade de design do que os metais, permitindo criar formas complexas. Proporcionam um desempenho exclusivo e funcionam bem numa ampla gama de temperaturas. Os plásticos de engenharia são muito duráveis, o que permite utilizá-los em aplicações com exposição às condições meteorológicas e aos raios UV, além de que apresentam uma boa resistência à fadiga.

  • Componentes de plástico de engenharia numa bicicletas, colados com adesivo plástico

    Plásticos vs. Metais

    A principal vantagem dos plásticos de engenharia relativamente aos metais é o facto de terem um peso mais reduzido, mantendo simultaneamente certas propriedades de desempenho. Os plásticos de engenharia também reduzem os custos, mas não é apenas uma questão de menor custo das matérias-primas. Os plásticos podem ser moldados em formatos complexos sem a estampagem, perfuração, dobra ou os outros custos de processamento necessários para os metais. Por fim, uma vez que esses formatos pesam quase sempre menos do que os de metal, são também menos dispendiosos em termos de transporte.

Tecnologias adesivas

Estes são alguns dos melhores adesivos e fitas a utilizar para a união de plásticos de engenharia. Saiba mais sobre cada tecnologia apresentada utilizando as hiperligações abaixo.

  • 3M™ VHB™ Fitas

    Com fitas 3M™ VHB™ pode manter a consistência do esboço à construção, eliminando fixações visíveis ao mesmo tempo que cria rápida e facilmente uma união duradoura cuja resistência se reforça com o tempo. Com a capacidade de unir uma grande variedade de materiais, proporcionam soluções de união resilientes em praticamente qualquer design que possa conceber.

  • Adesivos Acrílicos Estruturais 3M™ Scotchweld™

    Os adesivos acrílicos estruturais 3M™ Scotch-Weld™ podem melhorar a produtividade e o desempenho ao proporcionarem uniões fortes e seguras, com tempos de secagem rápidos e estética melhorada. Os adesivos acrílicos estruturais 3M™ podem proporcionar alta resistência a impactos, baixo odor e até 18 meses de validade sem necessidade de refrigeração.

  • Adesivos Termofusíveis

    Os adesivos termofusíveis 3M são económicos e muito fáceis de utilizar, e o adesivo flui bem para preencher quaisquer folgas em superfícies rugosas. Os adesivos termofusíveis são excelentes para unir plásticos de engenharia a outros substratos e são frequentemente utilizados para placas, contentores, rebordos e frisos.

  • Fitas PSA de dupla face

    Os adesivos PSA de dupla face são fitas finas com adesivo de ambos os lados. São ideais para superfícies lisas e planas, e são frequentemente utilizados para aplicações de fixação e formação de juntas, como formas die-cut para computadores, smartphones, televisores de ecrã plano e superfícies de painéis de controlo.

  • Sistemas de Fixação Desmontáveis

    Os sistemas de fixação desmontáveis são utilizados em situações em que as peças irão necessitar de ser removidas ou reposicionadas, como painéis de acesso, interiores de elevadores ou painéis de instrumentos de veículos.


União a plásticos de engenharia

  • A energia superficial é uma propriedade física da superfície do material que determina se um adesivo formará contacto total com o mesmo. Num material com alta energia superficial, os líquidos espalham-se ou molham a superfície; num material com baixa energia superficial, os líquidos resistem a fluir e formam gotículas. Um adesivo tem de impregnar o substrato para formar uma união. Os plásticos de engenharia têm energias superficiais relativamente altas em comparação com outros plásticos, pelo que são bastante fáceis de unir. Alguma preparação da superfície pode melhorar ainda mais a energia superficial, mas para muitas aplicações isso não é necessário.

Tipos de plásticos de engenharia

Cada tipo de plástico tem as suas propriedades específicas. Aqui fica um breve debate sobre os principais tipos e respetivas propriedades de união.

  • Cabeça de taco de golfe em compósitos fixada com adesivo plástico industrial

    Compósitos

    Os compósitos são materiais plásticos compostos por uma fibra ou tecido de reforço e uma resina. A fibra é geralmente de vidro ou carbono e a resina é geralmente de poliéster ou epóxi. Os compósitos proporcionam excelente relações de resistência/peso, o que os torna ideais para aplicações de aeronaves, placas de circuitos eletrónicos e equipamentos desportivos de alto desempenho. São normalmente fáceis de unir, mas é importante que o adesivo corresponda tanto à resina como aos requisitos específicos da aplicação.

  • Monitor tátil em policarbonato unido com adesivo plástico

    Policarbonato

    Forte, resistente e transparente, com resistência à temperatura bastante elevada, o policarbonato é utilizado em muitas aplicações, pois é facilmente extrudido, moldado ou termoformado. O policarbonato tem uma energia superficial bastante alta, mas tem frequentemente um revestimento resistente a riscos que pode complicar a seleção de adesivo.

  • Componentes fabricados em nylon

    Nylon

    Comum como fibra e em tecidos, o nylon pertence de facto a uma família de materiais fortes, robustos e resistentes à temperatura, frequentemente utilizados na indústria automóvel e de componentes elétricos. O nylon tem uma energia superficial comparativamente alta para um plástico, mas diferentes tipos têm diferentes requisitos de união e os agentes de remoção de bolor podem ser uma preocupação.

  • Caixa de plástico ABS amarelo com o logótipo da 3M

    ABS

    Um terpolímero fabricado em acrilonitrilo, butadieno e estireno, o ABS apresenta boa robustez e resistência a impactos. É fácil de moldar e é utilizado numa grande variedade de bens de consumo. O ABS é geralmente fácil de unir, mas a energia superficial varia por grau (diferentes percentagem dos três monómeros).

  • Letras acrílicas a serem coladas numa placa com adesivo plástico

    Acrílico

    Transparente, à prova de estilhaços e fácil de moldar ou cortar, o acrílico PMMA é amplamente utilizado em substituição do vidro e é também frequentemente utilizado em placas. O acrílico é fácil de unir, mas um revestimento resistente a riscos pode apresentar desafios.

  • Fita adesiva de uretano 3M aplicada numa espuma branca

    Uretano

    A maioria dos poliuretanos são polímeros termoendurecíveis que não se fundem quando aquecidos, embora estejam disponíveis poliuretanos termoplásticos. O uretano é amplamente utilizado para fazer produtos de espuma e borracha, utilizados em objetos como almofadas e vedações de juntas; é também utilizado para produzir adesivos de uretano, pelo que é de adesão comparativamente fácil.

  • Casco de veleiro em poliéster/fibra de vidro unido com adesivo industrial

    Poliéster

    Facilmente moldado e muito utilizado como fibra, tecido, película e em garrafas, o poliéster é amplamente utilizado para componentes elétricos e eletrónicos, bem como no fabrico de compósitos. O poliéster tem uma energia superficial comparativamente alta, mas certas aplicações levantam considerações especiais em termos de união, como os revestimentos em gel em cascos de barcos em poliéster / fibra de vidro.

  • Corte transversal de vinil ou PVC rígido, mostrando a moldura da janela e o vidro unidos com adesivo 3M

    PVC rígido

    Também chamado vinil e utilizado em tubos de drenagem, calhas, portas, molduras de janelas, tapumes e cartões de crédito, o PVC rígido é relativamente fácil de unir. O PVC flexível é mais difícil de unir e os dois são muitas vezes confundidos um com o outro, pelo que é importante descrever o seu substrato com exatidão.


Tipos de montagem

Para determinar que adesivo irá proporcionar os melhores resultados, é frequentemente útil considerar o tipo de montagem. Os seis tipos de montagem apresentados abaixo têm características de design diferentes, que determinam muitas vezes qual o melhor adesivo ou fita.


Contacte-nos

Estamos aqui para ajudar.

Precisa de ajuda para encontrar o produto certo para o seu projeto? Contacte-nos se precisar de aconselhamento acerca de produtos, aplicações ou aspetos técnicos, ou se pretender colaborar com um especialista técnico da 3M, ou telefone-nos para o número 213 134 606.

Precisa de ajuda para encontrar o produto certo para o seu projeto? Contacte-nos se precisar de aconselhamento acerca de produtos, aplicações ou aspetos técnicos, ou se pretender colaborar com um especialista técnico da 3M, ou telefone-nos para o número 213 134 606.

Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português