webLoaded = "false" Loadclientside=No

Como escolher adesivos e fitas industriais usando o método ASPEC

Há muitas razões para escolher um adesivo líquido ou uma fita para a sua aplicação de adesão. Além da junta, da superfície e do processo de fabrico, considerações como, por exemplo, automatização, possibilidade de reutilização ou simplificação da cadeia de abastecimento podem também ter impacto na decisão. Além disso, dentro das famílias de produtos químicos, existem possibilidades infinitas de fornecer variedade de flexibilidade, velocidade, resistência ou conformidade com as especificações da indústria.

Na 3M usamos o acrónimo ASPEC para explicar considerações importantes que irão orientá-lo na escolha do melhor produto para as suas necessidades. ASPEC, acrónimo da expressão em inglês, Assembly, Substrate, Process, End Use and Cost, ou seja, Montagem/União, Substrato, Processo, Utilização Final e Custos, cinco fatores a considerar na escolha de um adesivo. Armado com conhecimentos sobre a construção da junta, a ciência das superfícies e a química dos adesivos, o ASPEC pode ajudar a determinar qual é a melhor opção de adesivo para a sua montagem.

webLoaded = "false"

Passo 1: Identificar o tipo de montagem/união

  • Saiba mais sobre o Passo 1, Escolher um tipo de montagem, no método ASPEC da 3M. Imagem de um adesivo líquido aplicado numa superfície de plástico.

    Resumo dos seis tipos de união

    Muitas aplicações de adesão estão representadas por um dos seis tipos de montagens comuns indicados em seguida. A saber: Painel a moldura/Reforço a painel, Laminação de grandes superfícies, Montagem e aplicação de frisos, Montagem de juntas pequenas, União de juntas e Vedação, selagem e encapsulamento. Estes seis conjuntos são aplicações comuns, onde os adesivos e as fitas já deram provas de funcionar bem. Estão presentes numa variedade de produtos em muitas indústrias e mercados. A identificação do tipo de montagem mais aproximado para a aplicação ajudará a limitar a escolha das famílias de fitas e adesivos disponíveis adequadas, tendo por base a geometria das juntas e métodos de fabrico típicos.

webLoaded = "false"

Passo 2: Escolher materiais do substrato

  • Saiba mais sobre o Passo 2, Escolher substratos e materiais, no método ASPEC da 3M. Imagem de adesivo instantâneo a ser aplicado entre discos circulares de metal e espuma.

    Uma das vantagens das fitas e dos adesivos de união é a sua capacidade de união a uma grande variedade de substratos. Substratos diferentes têm características diferentes que afetam a capacidade de união de um adesivo ou de uma fita. A energia, a textura, a rugosidade e a limpeza da superfície são condições do substrato que podem influenciar a escolha do adesivo ou da fita. Saber quais os materiais que vão ser colados, é um dos passos principais para fazer uma seleção. O facto de saber que os adesivos e as fitas têm capacidade para unir materiais diferentes, pode ajudá-lo a desbloquear mais potencial para a montagem do seu projeto.

    Saiba mais sobre tipos de substratos e união de materiais

webLoaded = "false"

Passo 3: Identificar os passos do processo de fabrico

  • Saiba mais sobre o Passo 3, Identificar os passos do processo, no método ASPEC da 3M. Imagem de rolo de fita transferidora adesiva no processo de fabrico.

    Compreender a forma como uma peça vai ser montada pode ajudar a limitar a seleção de formatos de fitas ou adesivos de união. Uma seleção cuidadosa nesta etapa pode contribuir para melhorar a produção, o rendimento ou a produtividade em relação a outros métodos de montagem, ajudando a reduzir passos do processo, retoques e custos de mão de obra. Os adesivos e as fitas podem ser aplicados manualmente ou fazer parte de soluções de dispensação automática, tratando-se muito frequentemente de investimentos que requerem pouco capital comparativamente com equipamentos de soldadura ou de montagem. Em geral, as fitas podem oferecer uma união rápida e a resistência necessária para um manuseamento imediato. Os adesivos líquidos podem oferecer mais flexibilidade de montagem para posicionamento e projetos de juntas complexas. O espaço disponível, os requisitos regulamentares e de segurança são outros fatores que irão influenciar a seleção.

webLoaded = "false"

Passo 4: Compreender a utilização final do produto

  • Saiba mais sobre o Passo 4, Compreender a utilização final do produto, no método ASPEC da 3M. Imagem do componente gráfico a ser

    A utilização final do produto que está a ser montado irá determinar também qual o tipo de materiais de união mais adequado para um determinado produto. Saber como o consumidor irá usar o produto final e quais as condições ambientais a que estará exposto são fatores importantes. UV, temperaturas extremas, humidade, imersão e exposição a produtos químicos são considerações comuns quanto à utilização final que é necessário ter em conta e para as quais há muitas soluções de fitas e adesivos. Algumas vantagens comuns na construção dos adesivos e das fitas são a capacidade de distribuir uniformemente as tensões, a união e a vedação de forma simultânea, a absorção de energia ou alternativamente transferir energia através da junta, isolamento de metais para evitar a corrosão galvânica e a capacidade de unir materiais diferentes.

webLoaded = "false"

Passo 5: Implicações e benefícios em termos de custos

  • Saiba mais sobre o Passo 5, Implicações de custos, no método ASPEC da 3M. Imagem de múltiplas moedas.

    Quando se considera o total de custos de material e de fabrico para uma determinada montagem, os adesivos e as fitas oferecem muitas vezes vantagens no custo total. No que diz respeito aos custos de material, os adesivos e as fitas são compatíveis com substratos mais leves, mais finos ou menos dispendiosos para usar na montagem devido à sua capacidade de unir materiais diferentes, além de se evitar fazer furos e usar métodos de fixação mecânica. No que diz respeito aos custos de fabrico, a poupança de custos em relação ao uso de soldadura ou fixação deve-se, regra geral, a uma redução do número passos do processo como, por exemplo, a necessidade de retificar as soldaduras, de retoque de superfícies manchadas ou de vedar cada penetração de fixadores. Os custos de mão de obra para aplicar fitas e adesivos são muitas vezes mais baixos e requerem muito pouca formação. Por último, o custo dos bens de equipamento pode ser mais baixo do que outros métodos de montagem, tais como a soldadura.

    É claro que o custo do adesivo líquido ou da fita também é importante. Regra geral os adesivos líquidos são menos dispendiosos por pé linear do que as fitas, mas atenção porque pode haver desvantagens ao nível da fixação, secagem ou tempo de cura. A química e o nível de desempenho do adesivo ou da fita também irão influenciar o custo deste material. Regra geral, quanto melhor for a resistência de uma fita ou de um adesivo a condições extremas, mais alto será o preço. Durante o processo de seleção, é importante saber quais as condições de utilização final necessárias e selecionar com base no que é necessário para a aplicação.


webLoaded = "false"
Siga-nos
Mudar localização
Portugal - português